A Empresa

O setor de segurança eletrônica encontra-se em pleno crescimento. E considerando este fator e a necessidade de profissionalização do segmento, um grupo se aliou a empresários extremamente competentes, com vivência neste mercado, e lançaram a Protezione Segurança Eletrônica, uma franquia de serviços com tecnologias atuais e uma marca que se consolidará de forma bastante rápida e abrangente em todo território nacional.

A Protezione coloca a disposição de pessoas, empresas e instituições, as melhores soluções tecnológicas disponíveis, agregadas a serviços de alta qualidade, com custos compatíveis, e que resolvam suas aflições diárias com sua segurança pessoal, dos seus entes queridos e do seu patrimônio, agregando valor à comunidade, aos funcionários, aos franqueados parceiros e aos acionistas.

Protezione - Vídeo

O Mercado

Segurança Eletrônica

O mercado de segurança eletrônica no Brasil cresce 13% ao ano e, só em 2011, movimentou R$ 3,2 bilhões, de acordo com dados da Abese (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança). O segmento foi impulsionado pelo crescimento do PIB e pela difusão de novas tecnologias, cada vez mais acessíveis ao público e com melhores recursos. Atualmente, a preocupação com a segurança é tema prioritário para boa parte da população, empresas e órgãos governamentais, o que gera ótimas oportunidades de negócios para quem deseja investir na área.

A Abese estima que, até 2014, o uso de câmeras de monitoramento eletrônico será duplicado. O mercado ainda será aquecido com a aproximação de dois grandes eventos esportivos, Copa do Mundo e Olimpíada, pois a segurança no país será reforçada. Além de estádios e complexos esportivos, hotéis, prédios públicos e até ruas e avenidas devem ter maior controle.

Para se ter uma ideia do potencial deste mercado, somente em São Paulo, que hoje abriga 1 milhão de câmeras, o equivalente a uma para cada dez habitantes, a expectativa da Abese é duplicar o volume de sistemas de vigilância em três anos. Também é esperado um crescimento em sistemas para detecção de metais e explosivos e de identificação biométrica.

"Este setor nos chamou atenção pelo crescimento consistente que vem tendo no Brasil. As evoluções tecnológicas em hardware e software caminham a passos largos, aumentando, a cada dia, a oferta de soluções que facilitam a vida das pessoas", diz José Carlos Semenzato, presidente da SMZTO Participações

Estudo realizado anualmente pelo Provar (Programa de Administração de Varejo), da FIA (Fundação Instituto de Administração), mostra que aproximadamente 40% das perdas financeiras de varejo no Brasil ocorrem por furtos internos, causados por funcionários, e externos, provocados por terceiros. "Seremos a marca mais difundida no Brasil, reconhecida como provedora de soluções de segurança e tranquilidade para as pessoas, por meio das melhores tecnologias e serviços de alta qualidade", prevê Semenzato.